terça-feira, 22 de outubro de 2013

Águas publicas

Tenho tido trabalho em Massamá e num sitio existe uma fonte de água pública e já cheguei a ver uma pessoa com o carro encostado e deviam ser uns 15 garrafões de 5l para encher, por isso vou dando graças cada vez mais à vida que levo e ao trabalho que tenho (à exceção dum "cromo").

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Sempre e nunca!

Porque é que algumas mulheres usam como argumentos o sempre e o nunca!

"Tu fazes sempre..."
"Tu nunca fizeste..."

O Morais Sarmento perguntou-me se não era verdade, após uma mulher ter dito nunca a algo que nunca é exagero óbvio.
Pus-me a pensar e realmente ouço muito o sempre e o nunca...
Coitado do às vezes, de vez em quando, nem sempre...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Será

Será que as pessoas com esta crise nos seus locais de trabalho se tornaram mais afáveis e pudesse contar mais com elas ou continua tudo na mesma.

Aqui digo que a malta está mais aberta a ideias e menos numa de estou cheio de trabalho...
Acho que sé eu ouso usar essa frase mitica, pois entrei numa fase complicada, mas antes assim já diria o outro.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Linked in

Inscrevi-me mais por curiosidade do que por necessidade.

Já escreveram que é para o engate, não percebo muito bem como mas ok, se calhar alguem já passou por essa experiência, mas o que me leva a escrever é mais,
o-não-sei-quê está celebrando 1 ano na desempregado. parabenize o (a) o-não-sei-quê
 
Parabenize, porra isso existe? E felicitar alguém que trabalhou comigo por estar desempregado, acha mesmo Linked In?

Vou ali e já venho...

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Ida ao shopping

Pelo titulo até parece que sai da aldeia e fui à cidade...

Ponto 1 - Mini saias e escadas rolantes, perigoso, muito perigoso

Ponto 2 - os One Direction estão cá, não sabia, vi-os umas 20 vezes...

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Game of Thrones

Comecei à cerca de um mês a ver a série só para ver se tinha potencial pois estava farto de ouvir bem da série e dos livros e lá dei o braço a torcer.
 
Não fui achando grande piada à série no começo, parece fraca com muitas, se calhar demasiadas pessoas com importância na história mas foi ganhando interesse e agora já vi 27 episódios, dá um por dia (mais ou menos vá), faltam 3 para chegar ao fim da T3 e resta esperar por Abril para ver o resto.
 
Recomendo, um grande ambiente, bom elenco, para quem gosta do medieval e mundo de fantasia tem tudo para ser sucesso.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Doping

Pela wiki:
 "é a utilização de substâncias proibidas no esporte que podem tornar o atleta mais forte e mais rápido sendo considerado uma espécie de trapaça e sendo proibido em torneios e campeonatos, por promoverem o aumento ilícito do rendimento do atleta, humano ou animal. Essas perigosas substâncias fazem com que os atletas tenham um melhor rendimento físico no esporte, provendo-lhes vantagens competitivas desleais, pois desiguais, em relação aos demais que delas não se utilizam."
 
O brasileiro é tramado, mas adiante, adoro ver desporto e acompanhar desporto desde pequeno e desde pequeno que o meu pai me contava episódios de doping e ia vendo outros que iam roubando a autencidade ao desporto e às pessoas.
O ciclismo foi o verdadeiro derrotado, Armstrong, Pantani (que se suicidou), Sérgio Ribeiro (PT), Thomas Dekker, Jan Ullrich, Laurent Jalabert, Erik Zabel, são os nones mais conhecidos, noutros desportos também.
Será que não haverá vontade de erradicar com este problema de vez que estraga o desporto e é uma sombra sempre que aparece um atleta melhor do que o outro...
 
Repudio o doping e todos os seus agentes que fazem com que ele aqui "ande"!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Patrões

Reunião com o Dono de Obra (patrão possivelmente à 40 anos) dono de uma empresa que floresce e saí-se com a seguinte:
 
"Férias, devia ser proibido... só para a Administração é claro" e um sorrisinho meio cínico, do género a brincar mas a sério, intervenho com cinismo...
"Exigem com cada coisa estes trabalhadores..."
E sou retorquido com um:
"Pois é, pois é."
 
De certo que os meses de férias e o Natal devem ser duplamente difícil, pois vêm-se privados de mão de obra e ainda têm de pagar subsídios de férias e Natal, mas são comentários que não ficam bem.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Momento "Pussy Riot"


Nos recentes campeonatos mundiais em Moscovo a Rússia na prova 4 x 400 estafetas duas russas decidem festejar a vitória (medalha de ouro) quando acaba a prova com um beijo na boca e no pódio repetem o gesto, se não teve um AVC o Putin, deve ter estado perto...

video

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Datas

Porque é que existem pessoas que assim que sabem que um bebé vai nascer perto da sua data de aniversário ligam "qualquer coisa" interior que dizem:

Ainda vai nascer no meu dia de anos! Que engraçado!

Parece automático, juro que não compreendo a piada disso.

Pronto, era só isto...

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Sérgio Aragones

Nascido em Espanha em 37 e ainda vivo, deixo aqui o meu obrigado a um artista especial que me deu imensas horas de gozo de leitura e descobrimento do "boneco escondido" em Groo e na MadTv magazine!
Consta e irá constar da minha adolescência e para sempre o que li e ri nessas revistas que o meu tio levava lá para casa da minha avó e eu lia avidamente e sempre na ânsia de sempre lá retornar e ver uma revista nova.


Os desenhos não tentam ser perfeitos, mas o humor é demais.


 O blog do Sérgio

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Leonardo



Um grande senhor da musica, donde sou fã destas 2 musicas. Grandes letras, grande sonoridade e grande voz.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Manamana!


Sempre fui fã dos marretas (dos velhos do restelo, ao cocas, monstro das bolchas, conde de contarrr) e até tenho na pen do carro 2 ou 3 musicas, que decidi pôr no outro dia e a miúda delirou com esta, e aqui o miúdo também!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Bombeiros!

Porquê é que nas noticias dizem estão 94 homens quando se referem a bombeiros a "atacar" um fogo!

E se houver lá para o meio uma ou duas mulheres como fica?
Não é preferível dizerem 94 bombeiros...

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Saltos!

Até aprecio ver as senhoras com saltos, mas uma mulher com mais de 1,85m tem mesmo necessidade de ter uns saltos com mais de 10cm? Parece um arranha-céus...

Quanto a mim até perde um pouco de sensualidade por parecer exagero!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

WTF!

Epah, mas porque é que o fluorescente virou moda? .l.
 
 
Sinceramente, é para chamar a atenção, malditas lojas chinesas, que moda horrível.
 
 

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Penso isto #2

"Good friends, good books, and a sleepy conscience: this is the ideal life"

Mark Twain

Bem, bons amigos alguns apesar de me ter afastado um pouco, os livros tem a ver com a perspectiva de cada um, eu adoro a maior parte deles, a grande desilusão foi George Duby, mas acredito que sim e a 3ª confere, 3 acho que sim vive-se bem.

Juntava mais umas coisinhas mas como sou desconhecido não vai perdurar nos anais da história, por isso fica só para mim.
Também fiz umas asneirinhas, mas conseguo dormir bem.


Post agendado

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

a rádio publica ficou mais pobre!

Dia 31 de Julho e como normal na minha viagem de carro, faço zapping entre a Antena 1 e a Antena 3, de manhã João Gobern diz que é o ultimo dia, grande jornalista que dá gosto de ouvir, [piada parva] não tanto de ver, mas pronto [\piada parva] e ao fim do dia ao ouvir o Pedro Rolo Duarte a dizer a mesma coisa, a anunciar o fim na Antena 1.

Tinham um programa em comum ao sábado de manhã que se calhar também vai deixar de existir, a rádio publica ficou mais pobre!

Cuidado

Cuidado, mas não muito.
 
Existem pessoas de todo o tipo e nós aprendemos e desaprendemos muito com elas, cada um tem o seu perfil.
 
Desde que trabalho nesta empresa à 12 anos, sempre conheci um sujeito azeitolas-chique, uma mistura de homem azeiteiro da Brandoa em termos de atitude (e é mesmo de lá, não é nenhuma piada), com camisinhas da Giovani Galli e afins no seu guarda roupa, e ténisinho, até parece um trend-advisor agora, vamos to the point.
 
Sempre a descartar-se de trabalho a dizer mal deste e daquele a arranjar intrigas e confusões, não falhava nada, era o maior, quando tinha reuniões com os colegas e o chefe, vinha de lá a dizer que são todos uns burros e isto e que deviam fazer isto e aquilo, alguém que fizesse asneira ele gozava e jogava isso na cara como se fosse o maior.
 
Ele também ia falhando mas culpava os outros, a malta não é parva e foi deixando de lhe dar importância, um dia pedem-lhe um favor e no alto da sua gabarolice aceitou, nem pensou na consequência, gosto de pessoas decididas e com pulso mas gabarolice cuidado!
 
Consequência, está suspenso e o mais certo é ser despedido por ter sido cúmplice em algo envolvendo um estrangeiro ilegal!
 
Passado uns anos parece que se virou o feitiço contra o feiticeiro, cuidado muito cuidado.
 
É um fanfarrão cheio de vida que a malta lhe ia achando muito graça (ou não), mas vou gostando cada vez mais dos taciturnos, ou pelo menos dos que são pouco gabarolas.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Penso isto #1

"In three words I can sum up everything I've learned about life: it goes on"

Robert Frost

Nem sempre é possivel devido a factores externos e acontecimentos que nos vão acontecendo, mas é uma das minhas maneiras de olhar para a vida, é seguir com ela, tem muita coisa boa para oferecer.






PS_Já diziam os outros (lembras-te Libelinha), numa outra conversa


post agendado

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Impressora partilhada

A impressora partilhada define quem tem vida pessoal, de quem não tem...
 
Só uma pequena achega, pois poderá haver quem não se esqueça do que imprimiu e foi logo lá buscar...
 
Desde e-mail's da filha, de papeis do condomínio, à Federação de Caça é um pouco de tudo, isto que terem que se deslocar 20 metros para ir buscar um papel faz com que a "malta" pense "vou lá daqui a mais um bocado quando imprimir outro papel" ou "quando for fumar um cigarro".
 
Memória, memória, não esquecer de coisas na impressora, bem e com isto é ir à impressora que acho que já imprimi qualquer coisa à bocado e já não me lembro se a fui buscar ou não!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Olha e de repente gosto do MST!

Ou não, mas que esteve bem esteve





Cheira-me a desmentido ainda hoje, mas a capa já ninguem tira!

O jornalista da RTp da manhã nem comentou o titulo, só disse que foi isto que o MST disse sobre o PR.

Na Antena 1 a Revista de Imprensa esqueceu-se do Jornal de Negócios, enfim é o serviço publico.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Altos valores

Depois de ler um post da Mariposa (já banalizamos o horror) lembrei-me dum documentário que tinha visto sobre Formula 1, (um desporto que gostei bastante até ao ano 2000 sensivelmente e depois perdeu a sua magia para mim).
Isto porquê, em 1952 iniciou a F1 e começou tragicamente com uma morte.
Até ao ano de 1956 houve mais 6 mortes e em 56 não houve.
Continuamente até 1963 todos os anos houve mais mortes na pista.
1965 outro ano sem mortes, 1972, 1976, 1979, 1981, 1983/84/85 também, depois de 87 até 93 foi o record sem acidentes mortais (7 anos consecutivos). Depois veio 94 com Ratzberger e Senna.
Não houve uma única que tivesse parado, uma unica. E até me lembro da polémica em torno do Schumacher. Mas não se festejou com champanhe.
 
 Por 2 vezes os pilotos não participaram nas corridas, só por 2 vezes e foram criticados que estavam a fazer tricô mas sem agulhas aguçadas para não se aleijarem.
Enfim.
 
A queima das fitas continua, pois continua e continuou, se devia ter parado, talvez mas o mundo capitalista e materialista em que cada vez mais vivemos dita as regras e ditou que continuassem, mal quanto a mim também.
 
Ainda há heróis e este chamava-se David Purley, emociante.
 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

1945 - 2013


VE day

neighbours



Só para ti, ó vizinha.

Verdades e verdades escondidas

A mulher muda com a maternidade, pois não é grande noticia pois não...
 
E o homem muda com a paternidade?
No meu caso muda sim, e basta olhar com mais atenção para ver como um pai que já o seja à 2 ou 3 anos também mudou, pode não ser geral, o avançar da idade também pode fazer com que pensemos de maneira diferente, mas penso que o maior factor é mesmo o da paternidade.
 
Não fiquei lamechas, mas mais emotivo com certas noticias e certos filmes, certas situações.
 
Lá se vai o mito do macho, mas não espalhem.

The show must go on

É por estas e por outras que sempre admirei o Goucha, um senhor, um homem, um ser humano fora do normal...

 
A sua capacidade de estar com aquele sorriso "natural" que o Maló lhe "arranjou", a sua capacidade de falar duma violação duma criança num registo serissimo e a seguir a palhaçada geral porque vai o Quintino Aires falar de sexo, isto e muito mais, mais uma pérola do senhor.
 
Um acontecimento imprevisto e o senhor Goucha saca do improviso e da sua génese, nunca gostei daquele registo na TVi, mas agora fiquei completamente elucidado, obrigado, tornas-te tudo mais simples.
 
 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Estranho!

Então o mata-velhos era, era, era isso mesmo uma mata-velhos, um papa-reformas, um carro desajeitado, para quem não tinha carta de condução, isto e aquilo um horror, enfim, a seguir a Lucifer era isto o pior na terra...


 
 
Depois a Renault faz um face-lifting e pimbas sai isto!
 
 
 
 
 
Isto ao que parece já saiu à um ano e meio e julgo ter visto o 1º à dias, como vem da Renault e tem um estilo todo modernaço, já não vem a malta com os archotes para o meio de Lisboa dizer raios e corriscos e solicitar autos de fé. Enfim modas. É o que é.
 
Condutores com mais de 16 anos podem andar a 45 km/h neste robusto veiculo que a Renault garante ser mais seguro do que um veículo de 2 rodas. Enfim opiniões, parece-me mais ligeiro que um papa-reformas, mais com o tratamento de imagem e ser eléctrico e ecológico e o camandro, já vale a pena.
 
Ah!
100% eléctrico e sem limitações dizem eles
o Renault Twizy possui uma autonomia de 100 km 
E a electricidade que tem uns preços que andam pela hora da morte... será que compensa.
Not me

terça-feira, 7 de maio de 2013

Portishead

Mais uma daquela bandas/artistas que ouço o album todo, neste caso Roseland NY live, no carro por vezes é em loop. Beth Gibbons é uma Senhora.
 
 





segunda-feira, 6 de maio de 2013

(Co)Ligações

Esta ligação deste PSzinho com este CDS (que é uma vai com todos, desde que estejam no poleiro) tem tanto a ver, como o BE e o PSD fazerem agora uma coligação nas próximas autárquicas...
A blogosfera divide-se entre o que é ser bom pai e bom pai...

domingo, 5 de maio de 2013

Obrigado mãe!

Obrigado mãe... da minha filha, por me teres proporcionada a hipótese de ser pai (bem sei que é o teu dia, mas é a minha maneira de te agradecer).

Uma miúda linda que adoro e sei que é reciproco.

Proporcionaste-me a hipótese de ser pai e nunca saberia que ia ser tão bom... pronto, às vezes partes-me a cabeça, mas faz parte.

És uma boa mãe que adoro e amo um bom dia da Mãe.



*Epah não fazer guardar em vez de publicar está a dar-me conta dos nervos, achei que publiquei e pus para draft algumas 10 vezes...

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Sushi!

Na blogosfera vai dos que falam nisso (do sushi) todas as semanas, ou todos os dias (um pouco de exagero mas pronto), todos os meses ou perto.
Uns bem como se fosse o manjar dos Deuses, outros a odiar só porque os outros adoram, outros porque não gostam mesmo ou porque não se imaginam a degustar peixe cru.
Minha opinião pessoal comi uma vez e a ideia inicial também é dificil de vencer, mas lá fui e... gostei, não bastante, não pouco mas o suficiente para voltar lá um dia destes.
 
Havia um ou outro prato mais amargo ou menos saboroso mas come-se.
 
E falar semanalmente de um cozido ou uma bacalhauzada, exitem milhares de pratos com bacalhau dava um post por semana até aos próximos 10 anos, fica a ideia.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Distracções ou Inocência

Bem cheguei à conclusão (através dum estudo que retiro como amostragem para este meu post*1 e tendo em conta que quem escreve, escreve a verdade) que não à mulheres inocentes, no que respeita à maneira de se vestir.
Com um pouco de sarcasmo dei a minha opinião, mas também a achei sincera, pois conheci alguns casos de que faço menção abaixo e se foi de propósito, então estas senhoras são umas atrevidas:
 
Eu - Vais levar calças brancas para a obra?
Ela - Qual é o mal?
Eu - ... São ousadas!
Ela - Nah!
Eu - Sim!
Ela - Lá estás tu!
 
Passado uma semana
 
Ela - Tinhas razão em relação às calças!
Eu - Então!
Ela - Até uma Eng.ª disse que a obra parou e veio tudo para os andaimes...
Eu - Pois, bem me parecia que isso era provável...
Ela - Porque é que não disseste nada!
Eu - What! Eu disse-te.
Ela - Nunca mais uso as calças.
E nunca mais usou mesmo. Ah e tal foi para provocar, não à sonsas e coiso...
Pois cada um tem a sua opinião e eu a minha e não muda.
 
 
Outra situação
Eu - Vais levar essas meias rendadas (ou glosses ou lá como se chama aquilo)?
Ela - Qual é o mal?
Eu - É um pouco atrevido!
Ela - Não acho assim tanto e vou para uma auditoria e quero ir bem vestida...
Eu - Pode passar uma mensagem errada!
Ela - Não acho!
Eu - Está bem!
 
À noite
 
Ela - Tinhas razão! O meu chefe assim que me viu, fartou-se de gozar!
Eu - Pois...
Ela - Nunca mais vou usar isto...
E nunca mais usou...
 
 
Outra situação
Num aniversário, uma senhora usa um vestido até ao joelho que é botões de cima abaixo da parte da frente, aquando se dobra via-se a roupa interior (poupem-me se a mulher sabia se aquilo acontecia e era a festa de aniversário do filho, se foi de propósito tenho então um nome muito feio para lhe chamar).
 
 
Outra situação
Um work-shop da Lego e estou com a minha filha, a brincar com a minha está outra miúda e vem a mãe/tia e chama a miúda mas não vem e inclina-se para falar com a pequena e quando faz o gesto entre botões da camisa até se via o soutien, de propósito? Com intenção? Até vejo mais na praia mas ok!
 
 
Outra situação
Senhora sai da casa-de-banho ou de sua casa com a braguilha aberta, será que é um sinal visto que não à nunca inocência, convinha nós homens saber-mos, sempre ficava mais fácil!


*1 Refiro-me aqui dum post do Homem Sem Blog

terça-feira, 30 de abril de 2013

Afinal não é só desgraças

O Grande, Descomunal, Espectacular Sporting Rugby é a equipa vencedora da 2ª Divisão.

Os verde-e-brancos tiveram o fim-de-semana para festejar e ter alguma alegria, epah dupla lembrei-me que ganharam também naquela modalidade de bola redonda.

Aos interessados ler aqui




E tão cedo não me hão-de a ver dizer bem do Sporting, e perderam um jogo connosco.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Norte e Sul

Por cá gosta-se de fazer crer dessa guerrinha do Norte e Sul, como uma grande animosidade, pois eu temo bem mais outros Norte e Sul que por aí vão haver (apesar de esperar bem que não).

quinta-feira, 18 de abril de 2013

À pois é!

O Google é mesmo simpático, ou então está pré-definido e faz isto a toda a gente. Mas vou-me sentir importante e sentir que é só para mim. Ainda bem que não pus a data a 29 de Fevereiro senão só aparecia em 2016.

Bom dia


e


Porque sou um urso bem-educado (pelo menos é o que dizem).

terça-feira, 16 de abril de 2013

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Em bom português


20130412082417.jpg

Zona à qual onde podemos colocar as nossas tualhas...

Porque aqui se faz serviço público.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Perspectivas

Pelo priberam algo como ter em ..perspectiva: esperar, contar com, ter como provável, obter.

Ou a minha sobre o trabalho hoje em dia e antigamente (ou à 12 anos quando comecei a trabalhar que é um tempão).

Antes
- Epah, é preciso ir ali...
- 'Tou cheio de trabalho, não posso!

- Epah, é preciso ir à obra tirar fotografias...
- 'Tou cheio de trabalho, não posso!

- Epah, é preciso ir ao estaleiro...
- 'Tou cheio de trabalho, não posso!

- Epah, é preciso ir à sede...
- 'Tou cheio de trabalho, não posso!

Depois, que é o agora!
- Epah, é preciso...
- Eu faço!

- Epah, alguém tem de...
- Eu faço!

- Epah...
- Eu faço!


São muitos epah! não são...
Antigamente era trabalho a mais, agora com medo, toda a gente mete mãos à obra, como nunca me neguei (ok houve 2 anos que achei melhor não ser tão solícito para não haver abusos), mantenho a minha postura, mas não deixa de ser lindo ver outras criaturas a mudar um pouco a sua postura.
Para melhor inteirar, estar numa empresa que à 2 anos tinha 600 trabalhadores e agora ronda os 100, muda rapidamente alguns comportamentos. E eu também dixit.

terça-feira, 26 de março de 2013

Táticas

Vivemos num mundo que se recorre a  todo o tipo de táticas para tudo e em qualquer situação, umas mais directas outras menos, mas o fim é sempre o mesmo, enganar o outro, seja no desporto, no trabalho ou nos relacionamentos pessoais, inter-pessoais. Se não tivermos atenção somos "comidos"*1.

Falando do meu exemplo, ainda ontem, tocam à campainha e
"Estamos aqui só para fazer um inquérito pessoal para um estudo de mercado para o grupo Bertrand"
"Ok! Mas tenho pouco tempo, pois estou a dar o jantar à minha filha"
"Hã! É rápido, compra DVD's, livros, vê filmes, ouve música em casa blá-blá-bá..."
"Sim, sim, sim (não é tudo sim, mas como via aquilo um pouco estranho despachei).
"Conhece o Circulo de Leitores?"
"Sim, muito obrigado e boa noite!"
Teve um belo twist, estava à espera daquilo já.
Já tinha pertencido a esse grupo e como qualquer comercial (pelo menos o habitué que quer é angariar) vendo qualquer coisa como a melhor do mundo e depois o serviço nem é assim tão bom e ainda temos obrigações...
As pessoas tinham poupado o seu tempo e tinham ido logo directas ao assunto.


*1 um pouco exagerado mas só para ganhar mais enfase.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Modas estranhas...

Não querendo embirrar com ninguém em particular nem no modo de vestir de outrem, é certo que algumas modas me fazem alguma confusão, vejo esta amiudamente que consiste em alguns condutores usarem capuz e óculos escuros ficando com um estilo de rufias e parecem que não querem ser reconhecidos, pergunto-me se a policia não desconfiará dessa malta e se manda parar. Será que a banda sonora é 2 Pac, ou Ice Cub, Body Count ou mais aporteguesada e Sam the Kid...

sexta-feira, 15 de março de 2013

 O conclave mais longo da história

No século XIII, a maior parte dos papas preferiam viver em Viterbo, onde está sepultado o único papa português, João XXI. Foi num palácio de Viterbo que em 1268 os cardeais se juntaram para escolher o sucessor de Clemente IV. A eleição demorou dois anos e oito meses, a mais longa de sempre. A certa altura, os habitantes de Viterbo, incomodados com o tempo que os cardeais estavam a demorar para escolher o papa, fecharam-nos a sete chaves no palácio, para forçar a decisão. Nem assim eles se apressaram. Por isso, os locais reduziram-lhes a alimentação a pão e água, e acabaram por arrancar o telhado do palácio, "para deixar entrar o Espírito Santo". Mas só mais de um ano após estes acontecimentos é que o cardeal Teobaldo Visconti seria eleito como Gregório X. Três dos 20 cardeais eleitores morreram durante a eleição (houve ainda uma resignação), que ficou não só como a mais demorada, como também a primeira em que o papa foi eleito por compromisso entre os cardeais. Por isso, é considerado o primeiro conclave da história do papado.
por: Eurico qualquer-coisa do DN
 
Posto isto e arranjar uma casinha assim não para papas mas para gente que não interessa nem ao menino Jesus

quinta-feira, 14 de março de 2013

Papa americano

ou então:


Ou então continuará a ser Europeu.

EDIT: xi, não correu como esperava, pronto é Argentino e gosta de futebol e tango, ainda à esperança.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Porquê?

Porque é que as pessoas adoram colocar frases fofinhas no Facebook e depois no intimo do seu lar comportam-se que nem bestas, porquê?
Porque é que esperam que lhes escrevam no seu moral e ficam chateadas se não lhes escrevem, e se escrevem tem de ser sentido, mas se os outros não sentem o suficiente para lá escrever ficam chateadas na mesma porque não escreveram e metem as pessoas numa encruzilhada, escrever por escrever mas ouvir o não foi sentido ou não escrever e ouvir que não se escreveu e esperava que tivesse escrito.

terça-feira, 5 de março de 2013

Django

Gostei bastante, como já é normal do Quentin, não sabe fazer maus filmes.
Não consigo perceber as criticas negativas ao Di Caprio, o Samuel fez um grande papel e deve-lhe ter custado um pouco ter feito aquele papel de certeza.
O Waltz, recebe o 2º Óscar consecutivo, quer dizer alguma coisa, quem viu o Inglorius Bastards, adorou de certeza o papel que desempenhou e esteve muito bem aqui também (Django).
A Start tinha razão e apesar das criticas do Alcobia (Antena3) foram completamente injustificadas, valeu a pena ver, bom filme e com o Jamie Fox em grande...
Assim que o filme começa, aquele som é indescritível para quem conhece a obra de Ennio Morricone.
Algumas das suas obras:



Opening Theme do Django:


Fora da coboyada, grande filme e banda sonora sobre a Libertação da Argélia:

segunda-feira, 4 de março de 2013

The Hobbit

Os filmes do Peter Jackson, parece que vêm a perder fulgor, apesar do "The Hobbit" que apreciei, ter sido nomeado para 3 Oscares e ter ficado por aí, pelas nomeações.
Filme demasiado comprido, dum livro fez 3 filmes. Com os outros cada livro deu um filme.
Não deixa de ser bom, mas exagerado nalgumas parvoíces e tentativas de humor...
A ver se os próximos 2, são melhores.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Hino português


Falava-se para aí num blogue sobre o hino português e o futebol e lembrei-me dum video que tinha visto, e é isto...
Algumas diferenças...

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Sobre a mesa


Já tinha visto à alguns meses, mas falou-se disto num jantar e revi, fartei-me de rir e é muito bom...

0030

Zero Dark Thirty, bom filme envolto em muita polémica (torturas para conseguir informação) ou mesmo como se conseguiu a informação para se fazer o filme com tantos detalhes, cheira-me a que vão rolar cabeças na CIA.
Já agora, bom filme, mas reservem 2h30, bem grandinho este filme.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

O râguebi

Os benefícios e vantagens da prática desportiva nos jovens, são já por muitos conhecidos, e já foram por inúmeras vezes retratas ao pormenor. No entanto surge uma modalidade no universo desportivo que contempla os benefícios do desporto em toda a sua plenitude. O râguebi!

O râguebi surge em Inglaterra, quando um jogador de futebol de um colégio da cidade Inglesa de Rugby, de nome Willian Webb Ellis, agarrou a bola do jogo com as mãos, e percorreu todo o campo até a linha de fundo adversária e pressionou a bola contra o solo. Tal facto ocorreu em 1823.
 
Em Portugal o râguebi surge de forma organizado em 1957, com a criação da Federação Portuguesa de Râguebi, e desde essa data surge um clube que tem vindo a acompanhar permanentemente este fenómeno formando campeões nacionais e ibéricos, o Benfica.
 
O Benfica, através da sua escola de formação, onde conta com os melhores técnicos licenciados em Portugal nesta modalidade, procura contemplar todos os requisitos exigidos num desporto tão particular e exigente como é o râguebi, levando em conta todos os aspectos que possam potenciar o atleta enquanto atleta, e enquanto homem num futuro tão próximo.
 
Neste sentido, o papel dos “professores de râguebi” do Benfica, procuram intervir diretamente em três grandes campos considerados prioritários, junto dos atletas, sendo o campo físico, social e psíquico.

No campo físico, ao contrário das outras modalidades que devido à sua especificidade promovem ou o metabolismo aeróbio ou o metabolismo anaeróbio, o râguebi facilita e promove ambos os metabolismos de uma forma constante, permanente e eficaz, o que significa que facilita a homeostasia real entre o consumo de energia e o suporte energético no organismo do jovem atleta.
 
Através de um conjunto de exercícios de treino, independentemente do nível técnico, idade ou vivência desportiva dos jovens atletas, os treinadores do Benfica procuram promover de forma consistente, tanto os estímulos de baixa e média intensidade que permitem trabalhos musculares de longa duração com reduzido dispêndio de energia nos atletas (trabalho aeróbio), assim como estímulos de alta intensidade, que proporcionam uma produção de energia rápida, que permite um trabalho muscular de curta duração com grande dispêndio de energia (trabalho anaeróbio).

Seguindo este equilíbrio metabólico é fácil de concluir a eficácia do râguebi no combate eficaz à obesidade infantil, reduzindo o risco das doenças cardiovasculares colocando os atletas na zona saudável de aptidão física (ZSAF), fortalecendo os músculos estriados esqueléticos (responsáveis pelos movimentos voluntários como o coração ou intestino), músculos lisos (responsável pela contração involuntária e lenta como o sangue ou urina) e músculo cardíaco (conhecido por miocárdio), fortalecendo da mesma forma os ossos e articulações dos jovens praticantes.
 
Analisando os benefícios e melhorias físicas junto dos jovens atletas, é de fácil percepção para o leitor, que o râguebi e os técnicos do Benfica privilegiam a melhoria dos jovens enquanto seres humanos, assim como futuros possíveis atletas de alta competição.
 
A nível psicológico, o râguebi também se mostra extremamente eficaz e mais uma vez demarca-se das outras modalidades pelo seu particularismo, pois como se carateriza por ser um desporto coletivo de combate em que os atletas estão sistematicamente em confronto e superação individual e consequentemente superação colectiva, eleva a sua autoestima devido ao respeito pelos adversários e colegas de equipa, pois em cada momento do jogo ou do treino é permitido e possível ao jovem atleta desenvolver um conjunto de habilidades psicológicas que o atleta anteriormente não possuía o que fortalece o coletivo e o individual, criando um elevado espírito de equipa e de sentido ético e desportivo.
 
Neste sentido os jovens praticantes, revelam uma melhoria não só no râguebi como no rendimento académico, na confiança, na capacidade para lidar com as emoções e gestão do auto-controlo, capacidade de raciocínio, memória, percepção, bem-estar, diminuindo o absentismo escolar, assim como, a procura de substâncias dopantes que possam melhorar a sua performance, irritabilidade e ansiedade, depressão e enxaquecas.

Logicamente o râguebi promove a melhoria da auto-imagem, e da imagem que o jovem praticante transmite a quem o rodeia tanto num contexto familiar como no contexto escolar.

A nível social surge “talvez” (deixo este ponto ao critério do leitor) o maior privilégio do râguebi em relação às outras modalidades pois no râguebi, existe o período pré-jogo, jogo e pós-jogo (designada por terceira parte). Considerando o período pré-jogo como o treino, o treino permite e favorece o convívio saudável dentro da equipa, favorecendo os laços de amizade entre os praticantes, onde existe a possibilidade de partilha de sentimentos assim como a ideia subjacente à integração de um grupo, em que o objetivo é comum e maior do que qualquer pretensão individual, não existindo o atleta “estrela”, mas um coletivo com um objetivo identificado e compreendido entre jogador, jogador/equipa, e jogador/equipa/treinador.
 
No período do jogo, surge o compromisso ético, esquematizado pela hierarquia própria do desporto, em que o interveniente com maior autoridade é o árbitro, onde jamais se pode questionar qualquer decisão, sendo sempre aceite com humildade e respeito, sendo o capitão de equipa o único porta-voz do grupo, sem nunca criticar qualquer decisão pois a este cabe jogar e contribuir para o sucesso da equipa. Existe um respeito extremo não só com o árbitro, como com a equipa adversária, devido ao compromisso entre equipas em que está previamente estabelecido não ultrapassar a “curta” barreira da agressividade para a violência.

No período pós-jogo, surge a designada “terceira parte” que é tão somente o convívio saudável entre todos os intervenientes no espectáculo desportivo (independentemente do resultado no fim do mesmo). Convívio esse que vai desde atletas, equipas técnicas, equipa de arbitragem, dirigentes, pais de atletas, etc., onde se discute lances capitais do jogo, assim como gestos técnicos e movimentações de ambas as equipas, exercícios de treino, onde são trocados contactos entre atletas assim como contactos para futuros jogos, torneios ou projetos de forma a potenciar ainda mais os atletas e a modalidade em si.

Tendo em conta todos os aspectos que são desenvolvidos e estimulados nos jovens praticantes de râguebi, e após a leitura deste artigo, a pergunta que coloco é a seguinte: Do que espera para levar o seu filho, vizinho ou amigo para uma equipa de râguebi? O râguebi não é somente a disputa primitiva que lhe está falsamente associada, é muito mais que isso, é um princípio de cavalheiros, uma família, uma maneira de estar e uma escola de vida… Do que espera?
 
 
Autor:  Rui Alexandre da Silva Violinha (Jornal Record)
 
Concordo com tudo, mas este fim-de-semana houve situações tristes no panorma nacional.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Argo! Go fuck yourself

É uma deixa do filme dita várias vezes, não posso dizer isso ao filme a não ser que é mesmo muito bom e aconselho a irem ver!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Condução

Epah, não consigo perceber condutores (até agora exclusivo do sexo masculino) que:
- ultrapassam e olham para ti;
- vão numa rotunda e olham para ti invés de iram com atenção à rotunda;
- estão sempre a dar uma olhadela para a direita e esquerda como se esperassem encontrar aquele amigo do Ultramar perdido à anos;
- ultrapassas-o e ele olha para ti;
- e olha para ti e para toda a gente , pondo pouco tempo os olhos na estrada...

Estranho, pancada ou outra coisa qualquer...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Modas

Das várias que não percebo uma faz-me mesmo confusão, que é a dum homem ter a carteira e telemóvel na mão e andar na rua assim, outros ainda mais ousados, é óculos escuros e chaves do carro e ainda um maço de tabaco.
Parece-me um grande acto de malabarismo e imagino as vezes que têm que apanhar as coisas do chão, tendo em conta que um telemóvel se pode estragar bem como uns óculos (falo por mim, que perdi uns na praia nem sei como e deixei cair uns óculos de sol do bolso da camisa e com um risco foi 25€ para mudar a lente), faz-me confusão por isso e por me parecer mais uma ostentação do que outra coisa, pois quem já vi fazer isto não fuma Pall Mall, nem tem um Fiat Uno e por isso acho ridículo, mas lá tá, são modas e cada segue as que gosta.
 
Não é a minha moda.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Mulheres e as sogras

Nunca compreendi aquela coisa das noras fazerem grandes criticas às sogras, em especial de um ou dois traços em particular e depois desenvolvem esses mesmo traços e praticam-nos com os maridos.
 
Estranho no minimo, digo eu...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Mascara de Carnaval


Cá está e mais umas botas foi a minha máscara de Carnaval, passados numa obra e não na rua duma cidade a festejar...

Em bom português


No meu prédio é Serviços Cumums.

Pronto era só isto.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Reclame vodafone

Aquela do "miss jones" que mais parece missy jones, em que retiram a aliança e depois no final encontram-se.
Será que fui eu que perdi ali alguma coisa no contexto, ou aquilo é só parvo, pois parece que acabam um casamento e vão para um blind date e encontram-se e ficam radiantes.
 
Bem sei que as marcas têm se esforçado para fazer reclames parvos e para dar discussão, para serem virais, como é moda, mas este não cheguei mesmo lá, confesso que só vi uma vez e posso ter perdido o contexto como já aqui disse mas...

Passou bem

 
 
Um gesto clássico e corriqueiro do nosso dia-a-dia, que algumas anormalidades julgam que se esmagarem a mão a alguém são mais másculos ou mais homens, ou então é estupidez.
À duas semanas aleijei-me na mão direita e faço questão de cumprimentar à mesma as pessoas, mas por 2 vezes distintas, houve quem decidisse esmigalhar-me a mão de tal modo que a ferida chegou a abrir e a deitar sangue, claro que me conti, mas não deixei de praguejar interiormente.
Lembrei-me duma outra pessoa que ficava ali a apertar a mão e a falar connosco (isto durante uns 30 segundos) e não largava mesmo a mão, mas era mesmo defeito, fazia isso com toda a gente e não tinha noção, julgávamos nós, se não era uma grande pancada...

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Adeus!

Sempre embirrei com essa palavra, nem que seja durante um dia, uma semana, um mês ou um ano, não à nada como um até logo, ou até já.
Adeus é eu não querer ver essa pessoa, um género dum vai e não voltes.
Pessoas próximas de mim utilizavam essa palavra e consegui que mudassem, pois sempre achei muito forte.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O caso da Dora

"Conseguimos!"

Diz a Dora...

Alguem - Conseguis-te o quê, posar para a Playboy?
Dora - Nah, até a Maya posou para uma revista masculina...
"Conseguimos!" é o que Dora, Botas (quem!? hã o tal as Botas da Dora, seria Lilly? sempre à frente ;)) e os personagens que apareceram no episódio cantam comemorando "Conseguimos!" ao chegarem no local do qual eles queriam ir.
 
 
 
 
Quem é a Dora:
Dora Marques - Dora, a personagem principal, é uma jovem que embarca em uma viagem em cada episódio, a fim de encontrar alguém ou algo que precise de ajuda. Ela pede aos telespectadores em casa para ajudá-la a encontrar novas maneiras de chegar a lugares com a ajuda do mapa. Ela também ensina os telespectadores a língua inglesa, introduzindo-lhes palavras e frases curtas no idioma. Dora tem uma visão positiva dos personagens que ela conhece, nem sequer guarda rancor contra a raposa travessa, Raposo, que constantemente tenta roubar itens de seus amigos. Dora conserva seus valores familiares, a quem ela ama de forma aberta, embora ela passe pouco tempo dentro de casa. Ela tenta apresentar tradições e costumes para aqueles que não estão familiarizados com eles. Dora tem seu apreciador que é Botas, que se tornou seu melhor amigo quando ela salvou as botas vermelhas dele de serem roubadas por Raposo. Dora gosta de esportes. Ela jogou num time de basebol com Botas e seus outros amigos e foi treinada por seu pai. Ela adora e se destaca no futebol. Dora também é música, hábil em tocar flauta de madeira. Dora é Americana (na versão original ela é latina). Nos conceitos iniciais de Dora, ela era uma menina loira de ascendência europeia. O personagem foi originalmente baseado em uma sobrinha, Lilli, de Rick Velleu, um dos criadores do programa.
 
e o Botas:
Botas (Boots) - O macaco Botas, que Dora encontrou um dia na floresta, é seu melhor amigo. Ele é simpático e entusiasmado, e normalmente usa suas botas vermelhas, daí o seu nome. Ele é cinza com a barriga amarela. Seus pais são semelhantes, com variações nos olhos, roupa, altura e pele. Botas está presente com Dora na maioria de suas aventuras, e ele a ajuda a resolver enigmas. Ele também gosta de basebol e está na equipa de Dora. Ele gosta de andar no Red, o caminhão de bombeiros. Botas é atlético e energético. Ele realiza uma série de acrobacias, flips, cambalhotas e piruetas ao longo do caminho até seu destino. Seu peso leve também o faz fácil de transportar, mesmo para Dora. Dora muitas vezes atua como a voz da razão. Botas gosta de muitas coisas. O mais importante, porém, é que Botas ama Dora, tal como ele expressa em inúmeros episódios.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

O génio

Para mim comédia inclui este Senhor:



Esse mesmo Mel Brooks, desde novo que vi e fiquei apaixonado pelo que este homem fazia, titulos como:

- Blazing Saddles 
- History of the World Part I
- Robin Hood: Men in Tights (o que mais gostei)
- Spaceballs
- O Silêncio dos Culpados
- Drácula: Morto Mas Contente!


Foi actor em 41 filmes, escritor em 37, produtor em 18, director em 12, vencedor de um oscar, emmy, grammy e um tonny.
As paródias que fazia aos filmes eram únicas e inesqueciveis.
 
 
 
o clássico "its good to be the king"
 
 
à mais, muitas mais, quem conhece o génio deve gostar disto e muito mais.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Cada um é como cada qual...*

Há aqueles que, quando estão um pouco em baixo e para se sentirem melhor, vão à garrafeira buscar um Pinot Noir. Outros um Yop Chocolat e eu:


* e eu xou axim

Livro # 15

O novo livro da Alice Vieira, com a ajuda da Lírio "descobri" o livro, que é infanto-juvenil, mas tem a sua graça na mesma.
Percebe-se a origem dos ditados com histórias sucintas e engraçadas, partindo sempre duma conversa duma família em que a criança pergunta o significado daquela expressão.

 

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Prendas para homens

Vou falar por mim, grande dilema das senhoras às vezes, basta ler alguns blogues.
 
No meu caso é simples ou uma caneta, ou um relógio ou a roupa mas não tem tanto aquele efeito de surpresa pois tenho que ir também, o livro, mas também é um risco, mas dos poucos oferecidos sem eu dizer que o queria, nem sabia que ele havia e foi dos melhores livros que li sobre o tema.

Esta conversapara quê, "perdi" a minha Parker de estimação, que me veio parar às mãos à uns 4 anos atrás nem sei como, e foi parar às mãos de outro alguém, então vou oferecer uma prenda a mim mesmo e vou fazer um investimento parvo numa Cerruti, vou é andar com um shop como a malta do body board com as suas pranchas ou semelhante, não vá perdê-la outra vez.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

cette matin


Private Joke blogosférica #1 e se calhar ultima

Também sei algumas e cá vai uma:





4U

Queen

Também gosto dos Queen e muito, o Freddy foi único bem como o Brian May.
Esta rapsódia, já tive o prazer de a cantar em karaoke com mais um amigo...
 

O sonho para qualquer equipa que jogue a Champions é chegar à final e estar no relvado a ouvir isto, é muito bom sinal.


Uma músiquinha lamechas...

 
E bem que podia ficar aqui a despejar musica dos Queen, mas estas 3 mais o Barcelona são emblemáticas.