segunda-feira, 24 de abril de 2017

O dia do livro

Ainda bem que o há, senão não me lembraria deles.




e que venham muitos mais que me preencham o tempo e o dê por bem investido...

Verdadeiras companhias e "ouvi-mos" o que têm para nos contar e que me põem a sonhar, com viagens, epopeias, amores, desamores, revoluções, lutas por um mundo melhor, espionagem, romances...

sexta-feira, 21 de abril de 2017

post em tempo pouco real

A33
A1
A13
Miranda do Corvo
Uma década de distância
Entrada, prato de peixe pois à sexta-feira parece que acontece qualquer coisa que não dá para ser carne, três sobremesas e bebidas todas da região de Setúbal
conversa sobre tudo e sobre nada
Villa Romana
Castelo do Germanelo
Imagens de perder de vista, o verde senhores o verde
Castelo de Penela
Restaurante da Cantinho da tia Clotilde
e pequenas mordomias dum hotel no meio duma serra, nunca pensei gostar tanto duma sopa de tomate com queijo do Rabaçal, que queijo e um petit gateau que saiu excelente à segunda, claro que tive que dar uma hipotese pois estava só bom à primeira
em 3 noites já não foi mau

segunda-feira, 17 de abril de 2017

sexta-feira, 14 de abril de 2017

quinta-feira, 13 de abril de 2017

É bom saber

Numa das diversas situações que o meu trabalho obriga é verificar documentação de diversas empresas e deparo-me com esta pérola, na apólice do seguro fiquei a saber que os Estados Unidos e o Canadá pertencem a todo o mundo, é sempre bom saber.

sábado, 25 de março de 2017

Companhia


De manhã a caminho do trabalho, trouxe-me alegria de ver, de me acompanhar e lembrei-me logo de quem ia adorar ver o que vi, sempre melhorou (ou não) um sábado a trabalhar.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Soldado poeta

Ou poeta soldado?

Travou duas lutas importantes na altura, o equivalente à I e II Guerra Mundial de agora, viu o irmão morrer em batalha e quando regressou escreveu uma tragédia, valendo-lhe o epíteto de pai da tragédia, não foi o primeiro, mas as primeiras obras do género são dele as que nos chegaram até hoje.
Prometeu agrilhoado também é de Ésquilo e quem gosta de ler o género aconselho vivamente pois lê-se bem, rápido e somos transportados para junto dos deuses ou para a corte persa e "vemos" uma mãe desesperada pelo seu filho (Xerxes, rei dos Persas).

quinta-feira, 23 de março de 2017

Merece a visita


Painel no Castelo de Lisboa.

Enquanto a herdeira estava num aniversário, aproveitei para passear pelo Castelo, donde se tem umas vistas privilegiadas, museu com um acervo, bairro islâmico com visita guiada (recomendo), cafés e restaurante bem inseridos e o castelo em bom estado. 
Gostei de ter gostado.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Dois mundos


É o preço da evolução.

Cada vez gosto mais da Lisboa antiga, mas a nova tem de ser aceite, com todos os seus constrangimentos,